Daltonismo

Publicado: 17 de agosto de 2010 por Felipe em BioCuriosidades, BioEscola, Genética
Tags:, , ,

Para entender o daltonismo, você precisa compreender alguns fatores sobre a visão em cores.

A parte do olho que percebe a luz e lida com a visão em cores é chamada de retina. Existem estruturas na retina com formatos de bastonetes e cones. Os bastonetes ajudam a enxergar com pouca luz em preto e branco, os cones ajudam a enxergar em cores e também a ver os detalhes. Os bastonetes e os cones contêm substâncias químicas fotossensíveis. Nos bastonetes, essa substância química é a rodopsina. As substâncias químicas presentes nos cones são chamadas de fotopigmentos. Há três tipos de cones e cada um possui um fotopigmento diferente sensível a um certo comprimento de onda de luz. Como a maioria das pessoas têm todos os três tipos de cones, a visão humana normal é chamada de tricromática.

A Deficiência na visão de cores pode descrever o fato com com mais clareza. Existem diferentes tipos de problemas de visão em cores e diferentes graus de gravidade. Os problemas de distinção das cores vermelho e verde são os mais comuns.

Pessoas com deficiência na visão de cores leves possuem tricromacia anômala, o que signifca que elas possuem os três tipos de cones, mas um deles é defeituoso. Uma pessoa com deuteranomalia, o tipo menos grave de daltonismo, e também o mais comum, apresenta uma alteração dos cones vermelhos, enquanto alguém com protanomalia apresenta alterações dos cones verdes. Pessoas com visão deuteranômala podem até não saber que não enxergam as cores normalmente. A tritanomalia, a dificuldade em distinguir azul e amarelo, é muito rara.

Pessoas sem um dos tipos de cones possuem visão dicromática, o que é mais grave do que a tricromacia anômala. Dentro dessa categoria de visão bicromática, há três tipos diferentes.

  • Deuteranopia – ausência de cones verdes (também conhecidos como cones L, sensíveis a longos comprimentos de onda de luz).
  • Protanopia – ausência de cones vermelhos (cones M ou cones sensíveis a comprimentos de onda médios).
  • Tritanopia – ausência de cones azuis (cones C ou cones sensíveis a comprimento de ondas curtas).

Monocromacia é o próximo degrau da escala da visão em cores. Os monocromatas enxergam tudo em preto, branco e em tonalidades de cinza. Existem dois tipos de monocromacia: monocro

macia de bastonetes e monocromacia de cones. As pessoas com monocromacia de bastonetes, também chamada de acromatopsia, também possuem uma visão muito ruim e alta sensibilidade à luz. Elas também apresentam nistagmo, o que faz a órbita dos olhos parecerem meio trêmulas.

Veja como uma pessoa daltonica enxerga :

Segue-se a seguinte ordem : Normal, Tritanopia,Protanopia e Deutranopia

Teste se você tem daltonismo, identificando os números que você observa na figura abaixo:

Anúncios
comentários
  1. cleuton disse:

    sera que se usar uma lente corretora, para dar mais destaque em algumas cores: essa doença não seja controlada?

    • Felipe disse:

      Ola cleuton, no caso do do dautonismo infelizmente nao tem cura,por nenhum metodo seja ele lente ou cirurgia, pois é uma pessoa daltonica vem sem um determinado filtro de cor nos olhos, e o problema é genetico. Uma vez daltonico o individuo sempre sera, e por ser genetico existe grande probabilidade dos filhos nascerem com o mesmo problema.

  2. fabricio disse:

    Gostei de ler, alguns comentários muito pertinentes…
    Valew galera!

  3. Felipe disse:

    Atenção !!!!!
    Se vc quiser saber se é daltonico (a) ou não acessem esse link e respondam o questionário, e publiquem o resultado, ou seja, a porcentagem de vcs serem daltonicos, hehe. 😀

    http://www.opticien-lentilles.com/daltonien_beta/novo_teste_daltonismo_portugues.php

  4. Helen Melo disse:

    O Daltonismo é uma doença que afeta basicamente uma das coisas mais importante do ser humano que é a visão,deve ser uma sençasão estranha você não poder observar as imagens com suas cores reaiis né?!kkkkkk.
    É muito importante para nossa viida ter conhecimento sobre essa doença,pois se chegarmos a conhecer ou ter parenteses com ela,nós sabemos como lidar e como passar para as outras pessooas a base do que é o daltonismo. Parabéns Muito bom

  5. Tarlison Artur disse:

    É uma doença muito ruim, cores de uma cor e enxergar de outra.

  6. Tarlison Artur disse:

    Bom, acho que não sou daltônico depois desses testes.

  7. Leossandra C. disse:

    Nossa que coisa horrorosa essa doença, a pessoa não vê as cores direito, é um terror, é quase um mundo sem cor!
    E o pior as mulheres também podem ter, que coisa horrorosa, e a cura???
    Só Jesus que pode curar, por quê a ciência é falha e não descobriu essa cura!

  8. aleska disse:

    foi bom saber um pouco mais sobre essa doença

  9. hayza disse:

    eu ja sabia que o que acontecia em uma pessoa daltonica ,mais pensava que so ocorria em homens foi legal saber que essa doença se manifesta nos dois sexos

  10. claúdia Meyre disse:

    KKKKKKKKKK, bom saber também que não sou daltônica, a principio eu achava que os cachorros eram daltônicos, dae eu pesquisei e fiquei sabendo que os cachorros tem uma visão tipo negativo, sépia, alguma coisa do tipo, e o daltonismo é mais as cores confundidadas, principalmente o verde e o vermelho 😀

  11. Yaggo Fernando disse:

    É uma doença que ocorre tanto em homens quanto nas mulheres mais que tem maior frequencia em homens e que nao possui cura.

  12. Rennan Normando disse:

    pelo o que esse texto fala o daltonismo é uma deficiência na visão que causa a troca de cores e que é mais comum em homens porque essa anomalia esta relacionada com o cromossomo X e infelismente não tem cura.
    vlw.

  13. Julina Lancry disse:

    também chamado de discromatopsia ou discromopsia,é uma perturbação da percepção visual que se caracteriza pela incapacidade de diferenciar todas ou algumas cores,tem normalmente origem genética, mas pode também resultar de lesão nos órgãos responsáveis pela visão, ou de lesão de origem neurológica.

    descobri os utro nome que eu não sabia 😉

  14. Antônio disse:

    Descobri que não sou daltônico.

  15. thayane disse:

    não sabia q só homens possuem daltonismo.

  16. Ana Carla disse:

    pode haver em homens e mulheres, mas acontece com mais frequencia nos homens né ? porqe o doltonismo é uma doença relacionada ao cromossomo X e não ao Y, assim é diferente da hipertricose auricular qe é uma doença relacionada ao cromossomo Y 😀

  17. Robson Emanuel disse:

    Ela pode acontecer tanto nos homens como nas mulheres. E ela se manifesta na infância,ou seja, a criança já nasce com esse problema,e não há cura.

  18. Lais Raíssa disse:

    essa doença acontece mais homens!ela se manifesta na infância?
    mas existe mulhres daltonicas?
    desse ser estranho não poder diferenciar as cores!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s